FOSPERJ e Frente Parlamentar Mista do Rio de Janeiro em Defesa do Serviço Público realizam debate com deputados sobre novo RRF e seu impacto no estado

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Nesta segunda-feira (09/08), o Fórum Permanente dos Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (FOSPERJ), em parceria com a Frente Parlamentar Mista do Rio de Janeiro em Defesa do Serviço Público, realizou um debate online com os deputados Flávio Serafini (PSOL), Rodrigo Amorim (PSL) e Martha Rocha (PDT), que foi mediadora do encontro junto com o presidente da Associação dos Servidores da Defensoria Pública do Rio de Janeiro (ASDPERJ), Gustavo Belmonte. O encontro teve como tema “O Impacto do Novo Regime de Recuperação Fiscal no Estado do Rio de Janeiro”. 

Discutir o novo Regime de Recuperação Fiscal (RRF) é de extrema importância neste momento, especialmente para os servidores públicos que serão impactados diretamente com o pacote de reformas do governo que promete “reestruturar” a máquina pública do estado. Por isso, o FOSPERJ vem atuando junto à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para garantir que o serviço público não seja usado para pagamento da crise fiscal do estado. 

Durante o encontro, o deputado Rodrigo Amorim, presidente da Comissão dos Servidores Públicos da Alerj, se comprometeu em realizar diálogo com todas as categorias e iniciar esse debate através de uma audiência pública que, por pressão do FOSPERJ e da Frente Parlamentar, deve ser marcada em breve. O deputado Flávio Serafini, sempre atuante em defesa dos servidores na Alerj, apontou uma contradição do próprio discurso do RRF. O parlamentar esclareceu que o novo Regime impede o desenvolvimento do estado e dos investimentos públicos necessários para sair da crise. 

Promover esses debates online faz parte da estratégia da Frente Parlamentar Mista do Rio de Janeiro em Defesa do Serviço Público para ampliar o conhecimento e a mobilização das categorias em prol do serviço público estadual. Por isso, o FOSPERJ convoca a todos e todas para evitar mais essa tragédia.